sábado, 1 de maio de 2010

CIDADES CEARENSES - ORIGEM DOS NOMES - PARTE 5

O Ceará tem atualmente 184 municipios, com cultura, riquezas e costumes de um povo único. Nessa postagem não vamos destacar detalhes de cada município, mas somente a origem do nome. Clicando no link, você poderá ver informações completas no site ceará.com.br.

Ficheiro:Jericoacora - 1629.PNG
MAPA DA COSTA DO CEARÁ 1629, DE ALBERNAZ I, COM DESTAQUE PARA JERICOACOARA

IPÚ - Segundo Silveira Bueno, Ipu provém do Tupi y-pu, que significa água que surge, que borbulha, quer dizer, fonte, bica.

IPUEIRAS - Vem do tupi-guarani y (água), puera (que ja foi e não é mais) e significa lugar raso onde se acumula água. Silveira Bueno, confirma esta versão: rio que corria e já não corre. Assim é o rio Jatobá, o rio de Ipueiras, seco na maior parte do ano, mas na época das chuvas, quando enche, vira um espetáculo.

IRACEMA - É uma alusão a personagem da obra literária de José de Alencar. Sua denominação original era Quixoaçu, depois Quixoxó, Quixoçó, Caçocê,Caixapó, Caxocó, Vila de Iracema e desde 1990, Iracema.

ITAITINGA - Nome de origem Tupi, que significa (Ita + y + tinga) Rio das Pedras Brancas.

IRAUÇUBA - Vem do Tupi ira (a abelha), ussu (grande) e ba ou pe (caminho) e significa caminho das abelhas. Sua denominação original era Cacimba do Meio, depois Santa Cruz do Norte e desde 1905, Irauçuba.

ITAIÇABA - Palavra de origem Tupi, que significa "Passagem das Pedras".

ITAPAJÉ - Vem do tupi-guarani ita (pedra) e pajé (feiticeiro indígena), e assim significa pedra do feiticeiro. Sua denominação original era Riacho do Fogo, depois Arraial de Santa Cruz, Vila Constituinte, Santa Cruz da Uruburetama, São Francisco da Uruburetama, São Francisco e, desde 1931, Itapajé.

ITAPIPOCA - Vem do tupi-guarani itá (pedra, rocha), pi (pele, couro, revestimento) e poca (arrebentar, estourar), significando: pedra arrebentada ou rocha estourada. Sua denominação original era Arraial de São José, depois Vila Velha, Imperatriz e, desde 1889, Itapipoca.

ITAPIÚNA - Itapiúna advém do vocábulo itapeuna que significa, segundo Silveira Bueno, a pedra negra, o lajeado preto. Do tupi itapé: laje; e una: preto. Segundo outros autores, significa caminho das pedras pretas. De itá: pedra; pé: caminho; e una: negra.

ITAREMA - É uma alusão ao nome dado pelos índios por causa de uma pedra com forma de obelisco em alto mar que só era visível em maré baixa. Este vem do tupi-guarani ita (pedra), rema (cheiro desagradável) e significa pedra cheirosa. Sua denominação original era Tanque do Meio e, desde 1937, Itarema.

ITATIRA - Vem do Tupi ita (pedra) e tira (áspero) e significa pedra de aparência áspera, faz assim uma alusão a cordilheira de serras e pedras da região. Sua denominação original era Serra da Samabaia, depois Sítio São Gonçalo, Belém, Belém de Quinim e desde 1943, Itatira.

JAGUARETAMA - Já foi Riacho do Sangue, Riachuelo e Frade. A palavra jaguaretama é uma composição artificial, donde yaguar = onça; e retama = a terra natal, a pátria, pretendendo significar lugar ou região de jaguar ou onça, em tupi.

JAGUARIBARA - É um vocábulo que denomina uma tribo indígena que habitava a região. Etimologicamente significa "morador ou habitante do rio das onças". Do tupi yaguar = onça; y = rio; e bara = habitante.

JAGUARIBE - É um vocábulo indígena que significa "no rio das onças". Do tupi yaguar = onça; y: rio = e pe = em.

JAGUARUANA - Palavra de origem Tupi que significa "Onça Preta".

JARDIM - Nome de um dos riachos que banham seu território, originalmente chamava-se Santo Antônio do Jardim. Desmembrado de Crato.

JATI - Palavra de origem Tupi que significa "Pequena Abelha".

JIJOCA DE JERICOACOARA - Palavra de origem Tupi que significa morada das rãs. ji: rã, jia; e oca: casa, Jericoacoara significa toca das tartarugas, de yurucuá ou yuruqué: tartaruga; e quara ou coara: buraco, toca.

JUAZEIRO DO NORTE - É uma alusão a uma árvore típica da Região Nordeste do Brasil, cujo nome científico é Zizyphus joazeiro. Juazeiro é uma palavra de origem híbrida (tupi e português): "juá" ou "iu-á" (fruto de espinho) e o sufixo "eiro".

JUCÁS - Jucás é uma alusão a palavra ajucá, de origem tupi, podendo significar: (1) Verbo matar; (2) Nome uma árvore leguminosa (Caesalpinia ferrea Mart.); (3) Nome do tribo índigena dos jucás que habitavam a bacia do rio Jucá; (4) Árvore do jucá, da qual os índios faziam os seus tacapes ou paus de matar. Sua denominação original era São Mateus, depois São Mateus dos Inhamuns e, desde 1943, Jucás. 


HOJE COMEMORA-SE O DIA MUNDIAL DO TRABALHO

Um comentário:

  1. Bem..o correto da denominação de Jaguaretama é na verdade: Morada da Onça ou bem como tbm, vc colocou, morada do jaguar.

    ResponderExcluir